Página inicial do Secretaria do Estado de Educação

Governo avança com as obras de reconstrução da Escola Estadual Dom João VI, em Capanema

21/07/2021 10h17 - Autor: Vinícius Leal (Ascom/Seduc) 96 visualizações
Foto: Governo avança com as obras de reconstrução da Escola Estadual Dom João VI, em Capanema
Governo avança com as obras de reconstrução da Escola Estadual Dom João VI, em Capanema

"Após a conclusão dos trabalhos, prédio terá capacidade ampliada e poderá atender muito mais que os 1.200 alunos que já estão matriculados no espaço"


No último dia 11 de junho, o governador do Estado, Helder Barbalho, esteve no município de Capanema, na região nordeste paraense, para assinar a ordem de serviço que deu início às obras de reconstrução, adequação e ampliação da Escola Estadual Dom João VI. Desde então, os trabalhos seguem diariamente para que, muito em breve, um novo e moderno espaço de aprendizagem seja devolvido à comunidade escolar da localidade.

Interditado desde 2013 pelos órgãos de fiscalização, o local ficou abandonado por vários anos, servindo de recinto para a criminalidade, consumo de entorpecentes e até mesmo a proliferação de doenças. No entanto, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio da Secretaria Adjunta de Logística Escolar (Sale), está resgatando o espaço para garantir que os alunos e profissionais da educação desfrutem de um ambiente digno e equipado para o aprendizado. 

A secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, destaca o empenho que o Governo do Pará, por meio da Seduc, tem realizado no resgate das obras que estavam paralisadas e, dessa forma, reafirma o compromisso de que a educação é, de fato, uma prioridade na atual gestão.

“Seguimos trabalhando para entregar à população escolas reconstruídas, de qualidade, espaços dignos para fazer educação de verdade. O objetivo é que os alunos e servidores tenham acesso às melhores condições físicas que uma unidade escolar pode oferecer. É um longo caminho a percorrer, mas estamos em atuação com obras por todo o Pará”, ressalta a titular da Seduc.

Com recursos oriundos do Tesouro Estadual, a obra contemplará um prédio com dois pavimentos, 25 salas de aula, quadra coberta, laboratório de informática, biblioteca, refeitório, espaço de convivência, entre outros. O terreno onde a Seduc está reestruturando e reformando o espaço dispõe de um total de cinco blocos e os trabalhos estão divididos em ambientes que vão ser reformados, ou seja, utilizando estruturas que ainda há condições de serem mantidas e consiste, também, na construção de espaços que serão erguidos do zero.

Reconstrução

Os segmentos 1, 3 e 4 irão dispor de 15 salas de aula com aproximadamente 48m² cada, equipadas com novo mobiliário e climatização de acordo com a estrutura. Já no 2º bloco, serão instalados a sala de arquivo, secretaria, diretoria e vice-diretoria. 

Ampliação

Também no 2º bloco, serão construídos a sala dos professores, coordenação pedagógica, banheiros e um auditório com capacidade para até 100 pessoas, além de uma sala de vídeo que será erguida no bloco 4. 

Ao mesmo tempo, o trabalho de intervenção acontece no bloco 5, onde será feita uma construção que resultará em uma estrutura de dois andares e na área térrea serão instalados o laboratório multidisciplinar, biblioteca, laboratório de informática, banheiro e vestiário feminino/masculino, cozinha, despensa, depósito, banheiro para Pessoas com Deficiência (PcD), banheiro feminino/masculino (serviço) e o depósito para material de limpeza. Já no andar superior desse novo espaço, vão ser construídas mais dez salas de aula.

A Escola Dom João VI também receberá a construção de uma quadra poliesportiva com palco e arquibancada, áreas verdes e espaços de recreação, urbanização do entorno e drenagem de águas pluviais, bicicletário e estacionamento para motos e carros. 

O secretário adjunto de Logística Escolar, Alexandre Buchacra, relembra que o Executivo Estadual recebeu uma rede física composta de 927 escolas que, em sua grande maioria, estavam abandonadas e em condições de precariedade, a exemplo da Escola Estadual Dom João VI. Apesar dos inúmeros desafios, os trabalhos seguem em ritmo intenso com o intuito de minimizar e resolver os problemas existentes.

“O Governo do Estado tem construído e reconstruído escolas, entregando-as com salas climatizadas, novo mobiliário, laboratórios de informática e multidisciplinar, quadras cobertas, ambientes voltados para a Educação Especial, além de todos os equipamentos e suportes necessários que propiciem a acessibilidade às Pessoas com Deficiência (PcD). Temos orgulho do trabalho que estamos desenvolvendo desde janeiro de 2019, pois nossas unidades escolares não ficam a dever em nada às da rede de ensino particular”, destaca Alexandre Buchacra. 

Para o ano letivo de 2021, a escola tem matriculado 1.200 alunos que foram realocados para outro prédio alugado pela Seduc, garantindo a continuidade do processo de ensino-aprendizagem dos estudantes, por meio do movimento “Todos em Casa Pela Educação”. A previsão é que todos os serviços sejam realizados dentro de 15 meses e, assim, a rede estadual de ensino, em Capanema, oferte mais salas de aula e novos espaços educacionais para receber até o dobro de alunos matriculados.