Página inicial do Secretaria do Estado de Educação

Escola Estadual Emiliana Sarmento é a 73ª unidade de ensino entregue pelo Governo do Pará

26/08/2021 16h37 - Autor: Lilian Guedes (Ascom/Seduc) 301 visualizações
Foto: Escola Estadual Emiliana Sarmento é a 73ª unidade de ensino entregue pelo Governo do Pará
Foto: Marco Santos / Agência Pará | Fotógrafo: Eliseu Dias

"A entrega representa o avanço e fortalecimento do governo do Estado com a educação pública paraense"


Em continuidade com o compromisso de fortalecer a educação pública paraense, o governador Helder Barbalho e a secretária de Educação Elieth de Fátima Braga, entregaram, na manhã desta quinta-feira (26), a 73ª unidade de ensino que foi revitalizada e devolvida à comunidade escolar.

“Esta é uma escola que certamente já fazia tanto com as condições que estavam, imagina agora toda reestruturada. A entrega da 73ª unidade de ensino representa avanço, melhoria de qualidade do ambiente escolar e a clara intenção do Governo, para junto à comunidade escolar e todos os profissionais da educação, construir um grande movimento para que, a partir da educação, possamos melhorar a nossa sociedade, melhorar a vida e construir o futuro das nossas crianças e jovens e ter uma sociedade mais justa”, disse o governador Helder Barbalho. 

A entrega da Escola Estadual de Ensino Fundamental Emiliana Sarmento, localizada no bairro da Sacramenta, em Belém, foi motivo de comemoração para a comunidade escolar que esperava por obras há mais de 10 anos. O diretor da unidade, Fabrício Santa Brígida, conta que a entrega do espaço representa mais incentivos no processo de aprendizagem tanto para alunos quanto professores. 

“Nós, professores, em especial da Emiliana, nos esforçamos bastante e buscamos nos qualificar para aprimorar o ensino nesta escola. Estamos fazendo todo o processo de construção pedagógica que só vem melhorar com a reforma deste espaço. Hoje, o sentimento é de alegria e gratidão, porque esta nova estrutura vai corresponder os nossos esforços pessoais, profissionais, éticos, além de levar conhecimento para o desenvolvimento das crianças”, destacou o gestor.

Com recursos oriundos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a intervenção contemplou todo o espaço de aprendizagem composto por cinco salas de aula climatizadas, sala de leitura, laboratório de informática, sala de leitura e área de convivência, beneficiando e garantindo a alunos, professores e toda a equipe técnico-pedagógica espaços e equipamentos pedagógicos totalmente novos. 

“Esse momento é muito especial pois, desde 2010, esta escola não passa por reformas e é uma unidade que sempre apresenta excelentes resultados, mesmo com as precárias condições em que ela estava. A Emiliana Sarmento tem 5.7 de IDEB, atende os alunos do ensino fundamental inicial e mostra para todos nós que nem sempre só o espaço é importante para que se possa fazer educação de qualidade. Agradeço a todos pelo trabalho aqui desenvolvido, porque nós temos esse grande compromisso com a educação e nós só podemos contribuir de forma positiva com esse resultado que vai para além do espaço físico”, frisou a titular da Seduc, Elieth Braga.

A secretária ressaltou ainda que o espaço tem capacidade para receber mais alunos do quantitativo atual e é referência para o bairro “Essa escola vai passar a ser referência maior para a rede estadual nos anos iniciais, essa escola tem capacidade para 500 alunos, e hoje ela tem pela sua condição 170 alunos e eu tenho certeza que essa unidade escolar a partir de agora passa a compor esse bairro e vai atrair muito mais alunos para que possamos completar as vagas existente”, finalizou.

Com capacidade para atender cerca de 400 alunos, a Emiliana Sarmento ainda tem matriculado, para o ano letivo de 2021. Atualmente ela atende 140 alunos do Ensino Fundamental menor, que compreende do 1º ao 5º ano e alunos do Atendimento Educacional Especializado (AEE). 

Feliz com a mudança, Brenda Cruz, mãe do aluno do 5º ano do ensino Fundamental,  Felipe Cruz, diz que a escola sempre foi referência no Atendimento Educacional Especializado (AEE) e conta que após a reforma já é possível ver que não existem diferenças nas estruturas entre a rede privada e pública.

“O Felipe tem Transtorno de Déficit de Atenção (TDH) e aqui ele é acompanhado bem de perto pela psicopedagoga da escola. Após essa readequação já é possível notar uma grande diferença, o local está mais limpo, o quadro está apropriado para as crianças, as salas estão climatizadas, tudo está ótimo. Com essa estrutura nova eu não vejo diferença alguma em relação às escolas particulares e isso é muito satisfatório”, disse a mãe.

Durante a cerimônia de entrega também estiveram presentes a primeira-dama, Daniela Barbalho; deputada federal, Elcione Barbalho; secretária de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), Hana Ghassan.


MAIS FOTOS