Página inicial do Secretaria do Estado de Educação

Alunos da rede pública estadual participam da Semana da Escuta das Adolescências

16/05/2024 16h25 - Autor: Fernanda Cavalcante (Ascom Seduc) 2774 visualizações
Foto: Alunos da rede pública estadual participam da Semana da Escuta das Adolescências
Foto: Divulgação

A iniciativa, promovida pelo MEC, visa fortalecer os anos finais do ensino fundamental para um diagnóstico de como os estudantes estão sendo atendidos nas escolas

Estudantes dos anos finais do ensino fundamental da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) estão participando da “Semana da Escuta das Adolescências nas Escolas", promovida pelo Ministério da Educação (MEC) para conhecer mais profundamente os alunos desse nível escolar no Brasil, com enfoque em dimensões conectadas à aprendizagem, ao clima, à convivência, à inovação e à participação, além de fornecer subsídios para uma política de fortalecimento desse período da aprendizagem.

A ação começou no dia 13 deste mês e segue até 20 de maio com atividades de escuta, diálogo e rodas de conversa para fortalecer a convivência e aprendizado dos estudantes com a escola. A programação do MEC pretende, ainda, fazer um diagnóstico de como os alunos estão sendo atendidos nas escolas.

Exemplo disso, é a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Suboficial Edvaldo Brandão de Jesus, no bairro do Tapanã, em Belém, onde os estudantes participaram de uma roda de conversa ao ar livre e puderam se expressar e refletir, como explica a diretora Heliana Bitencourt.

Foto: Divulgação

“Foi um momento em que eles reconheceram a importância da escola, reconheceram o papel deles enquanto sujeitos, enquanto membros da comunidade escolar, colocaram as suas angústias, os seus anseios. Puderam ouvir e ser ouvidos, então proporcionar esse momento é algo maravilhoso, porque a gente entende que o ouvir também estabelece um diálogo saudável para que a educação de fato aconteça”, destacou a gestora.

Para o estudante do 8º ano João Victor de Sousa, a Semana da Escuta das Adolescências tem sido muito interessante. “Respondemos algumas perguntas sobre a escola, sobre professores e tem sido interessante para que nós alunos possamos ter a oportunidade de expressar o que achamos”, disse.

Já para Lorena Lima, do 7º ano da escola, a programação mostra que a voz dos estudantes é importante e está sendo ouvida. “Muito bom e interessante para nós, alunos, para que possamos dar nossa opinião e ser ouvidos sobre o que pode melhorar na escola e isso vai ajudar bastante para que cada um de nós possamos nos sentir a vontade e falar o que achamos”, avaliou.

Foto: Divulgação

De acordo com a coordenadora de Ensino Fundamental Anos Finais (Cefaf) da Seduc, Adriana Sousa, a ação é extremamente importante. “É uma ação nacional do MEC em todas as escolas municipais e estaduais que ofertam os anos finais do ensino fundamental. Este momento compõe um diagnóstico de como os alunos estão sendo atendidos nas escolas, e serve de base para a política pública nacional Escola das Adolescências, que será lançada após a semana de escuta”, informou.

Qualificação - Em abril, especialistas, gestores de redes de ensino, gestores escolares, professores e adolescentes participaram de dois webinários preparatórios para a Semana da Escuta das Adolescências nas Escolas, organizados pelo MEC, Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime).

Nos webinários, os profissionais da educação puderam compartilhar experiências e a apresentação de instrumentos da escuta, os quais são diferenciados para  o 6º e o 7º anos, e para 8º e 9º anos, a fim de fomentar que os estudantes sejam envolvidos no diagnóstico do território e na criação e implementação de soluções.  


MAIS FOTOS