Página inicial do Secretaria do Estado de Educação

Contemplada com ‘Bora Estudar’, aluna compartilha ‘diário de reforma’ nas redes

02/07/2024 11h19 - Autor: Fernanda Cavalcante (Ascom Seduc) 1953 visualizações
Foto: Contemplada com ‘Bora Estudar’, aluna compartilha ‘diário de reforma’ nas redes
Foto: Ascom / Seduc

Alunos com melhor desempenho em sala de aula ou 900 pontos na Redação do Enem recebem R$ 10 mil para construção ou reconstrução de suas casas

É de conhecimento geral que “a educação pode transformar vidas e mudar realidades”, por isso, o esforço dos estudantes da rede pública estadual tem sido reconhecido pelo Governo do Estado que, por meio do Programa “Bora Estudar”, da Secretaria de Estado de Educação do Pará (Seduc), torna possível realizar o sonho de construir ou reformar a casa que eles moram com suas famílias. Com o benefício, estudantes que se destacam com notas a partir de 900 na Redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou apresentam o melhor desempenho em sala de aula são premiados com cheques no valor de R$ 10 mil para construção, reforma, ampliação, melhoria ou adaptação de suas residências. 

 Foto: Divulgação

A iniciativa gera oportunidade e transforma sonhos em realidade. Como, por exemplo, o sonho da estudante Ana Elisa Quintella, da 2ª série da Escola Estadual de Ensino Médio Professora Albanízia de Oliveira, em Belém. A família da estudante já começou a comprar os materiais de construção para o quarto dela. Ansiosa e empolgada com o novo cômodo, Ana Elisa decidiu compartilhar nas redes sociais com os amigos, o “diário da reforma do quarto”. A intenção, conforme a jovem, é registrar o momento que marcou a vida da família. “Decidi compartilhar o ‘Diário da Reforma’ porque vi isso como uma oportunidade para registrar esse momento que foi tão importante para mim e para minha família. Produzo conteúdos desde 2019 nas redes sociais, eu iniciei produzindo conteúdos sobre estudos (apesar de agora eu falar sobre outros assuntos) e queria mostrar que essa rotina de estudos e o esforço dá resultado mesmo que demore e também compartilhei porque eu amo gravar vlogs, inclusive no Instagram da Escola Albanízia tem vlog do dia da premiação”, explicou.

Para alegria e orgulho da família, a estudante teve o melhor desempenho da sala de aula em 2023 e graças a isso, hoje ela realiza o desejo de ter um quarto para dividir com a irmã mais nova. “Ter um quarto era um dos meus sonhos há muito tempo. Hoje aqui em casa, nós temos só um quarto, que é onde minha e eu dormimos. Meus pais dormem na sala. A gente queria ter começado a obra há muito tempo, mas devido ao valor, não tínhamos a oportunidade de começar. E agora a gente vai poder fazer isso e ver esse sonho sair do papel graças ao Bora Estudar. É algo que está me deixando muito feliz e empolgada, porque não vai trazer conforto só para mim e para minha irmã, também vai trazer mais conforto para os meus pais, eles vão voltar para o quarto que era deles e isso me deixa muito feliz”, contou Ana Elisa.

Foto: Divulgação

Sobre a reforma, a estudante revela como será seu novo lugar favorito da casa. “Nós imaginamos o quarto com uma estética linda. Escolhemos uma paleta de cores que fica entre tons de rosa claro e branco, com as decorações em rose gold. Vamos fazer a pintura das paredes, forrar e organizar a parte elétrica também”, explicou.

“Não tem nada como o ‘Bora Estudar’ sendo feito no Brasil. O Pará é pioneiro no reconhecimento do desempenho dos estudantes nesse nível, seja na rotina escolar em sala de aula, seja no resultado do Enem. É fundamental dispor de todas as ferramentas possíveis para apoiar nossos estudantes, ver a dedicação de estudantes como a Ana e a empolgação em compartilhar com todos é muito gratificante. Seguimos avançando. A educação do Pará será a que mais cresce no Brasil, partindo sempre do trabalho contínuo em conjunto com estudantes, equipes escolares e famílias”, disse Rossieli Soares, secretário de Estado de Educação do Pará.

 Foto: Divulgação

Esforço recompensadoAo saber que tinha sido contemplada no Bora Estudar, Ana Elisa revela que foi uma das melhores sensações da vida. “Senti que todo o meu esforço valeu a pena. Eu não estava esperando que fosse ganhar e, quando o diretor leu o meu nome, tive uma sensação incrível, de muita felicidade. Me emocionei, chorei, as minhas amigas comemoraram comigo e aí logo depois eu fui ligar toda empolgada para os meus pais para dar a notícia. Eles ficaram super felizes, emocionados e a gente comemorou bastante. Eu acho que a única emoção que vai ser como essa de novo, vai ser quando eu passar em medicina. Estou me esforçando muito para poder dar essa alegria para eles novamente no ano que vem. No dia da premiação do Bora Estudar, no Hangar, o meu pai foi comigo e ele estava muito feliz. Agora estamos muito felizes vendo esse sonho sair do papel. Um sonho sendo realizado”, descreveu a estudante.

Para Patrícia Quintella, mãe da estudante, o benefício já está fazendo a diferença na vida da família. Conforme a autônoma, o cheque foi uma benção e agora as filhas terão mais conforto para estudar. “Ver que a Ana Elisa ganhou esse cheque foi uma maravilha, uma benção na nossa vida mesmo. Nós não estávamos esperando e eu fico muito orgulhosa dela, porque mesmo com todas as dificuldades ela se esforça, estuda e conseguiu essa premiação que vai ser um diferencial grande na nossa vida. Ela não tinha muito conforto nem para estudar e nem no quarto e, agora ela vai poder ter um quarto para dividir com a irmã, vai ter a sala de estudo finalizada. Lá já tinha uma mesa de plástico que eles estudavam, mas agora a gente vai poder finalizar, vai ter mais conforto, elas vão poder estudar da melhor forma, o que vai ser de grande valia para que ela possa alcançar o objetivo de passar no vestibular, no curso de medicina”, afirmou Patrícia.

Fique atento - Os estudantes contemplados pelo Bora Estudar que ainda não receberam o cheque de R$ 10 mil podem ter pendências na documentação e devem procurar a direção da sua escola para verificar e resolver a situação. É possível que haja pendência, como por exemplo, a não assinatura do termo de compromisso ou preenchimento inadequado das informações.