Página inicial do Secretaria do Estado de Educação

Em Santarém, estudante é escolhida para o Jovem Senador 2022

11/05/2022 15h22 - Autor: Vinícius Leal - em colaboração com Yasmin Seraphico (Ascom / Seduc) 145 visualizações
Foto: Em Santarém, estudante é escolhida para o Jovem Senador 2022
Em Santarém, estudante é escolhida para o Jovem Senador 2022

Aluna da Escola Estadual Antônio Figueira terá a oportunidade de criar propostas que podem se transformar em leis

O Senado Federal divulgou, no dia 6, deste mês, os 27 estudantes brasileiros que venceram o concurso Jovem Senador 2022. O estado do Pará será representado pela aluna Domingas da Silva Pereira, que frequenta a Escola Estadual Antônio Figueira, em Santarém. A escolha foi por meio de uma redação dissertativa, a partir do tema “200 anos de Independência: lições da história para a construção do amanhã”.

Nesta terça-feira (10), a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio da Coordenação de Ensino Médio (Coem), promoveu uma entrevista com as finalistas do Jovem Senador Pará, são elas: Rayane Farias, da Escola Estadual Albanízia de Oliveira Lima, em Belém, Simone Santos, do Centro Integrado de Formação de Cametá e a vencedora do concurso, Domingas da Silva, que frequenta a Escola Estadual Antônio Figueira, em Santarém.

“É um momento muito satisfatório para nossa rede, ter uma aluna da área rural de Santarém, representando o Pará, no Jovem Senador. Desejamos que seja uma viagem que amplie o seu conhecimento, tenho certeza do excelente desempenho que terá e tudo isso nos faz refletir sobre a qualidade da nossa educação, a qual se faz presente para alunos não só nas cidades, mas também para quem reside no meio rural. Muito feliz com essa oportunidade de uma aluna nossa, do interior, poder ir à capital federal representar cerca de 600 mil alunos da rede pública estadual”, destacou a titular da Seduc, Elieth de Fátima Braga. 

PROTAGONISMO

Segundo o coordenador estadual do Programa Jovem Senador, John Charles Torres, a iniciativa é importante para dar visibilidade tanto aos alunos, quanto às escolas, incentivando que outros estudantes se engajem em eventos e atividades dessa natureza. “A participação dos nossos jovens senadores em ações promovidas pela própria escola ou pela Seduc, é fundamental como um elemento de multiplicação desse trabalho que nós, da secretaria, estamos desenvolvendo. Portanto, todo o trabalho tem como finalidade principal o exercício desse protagonismo juvenil dos alunos”, ressaltou.

A jovem senadora Domingas Pereira, 17 anos, escolhida para representar o Pará, em 2022, conta que o incentivo para fazer a redação que lhe garantiu a vitória foi da coordenadora pedagógica e sua professora-orientadora, Luciana Gama. “Quando aceitei o convite, logo comecei a fazer as pesquisas, já que o tema deste ano era muito abrangente e com chances de falar sobre diferentes vertentes. Escolhi o empoderamento feminino como temática, pois é algo que sinto desejo de falar e de colocar a importância das mulheres na sociedade, então era algo que eu queria muito discutir. Ao pesquisar para a construção do texto, descobri muitas coisas que foram importantes para a minha educação e meu aprendizado”, revela.

Atualmente, Domingas Pereira cursa a 3ª série do Ensino Médio na Escola Estadual Antônio Figueira, localizada na Vila de Lago Grande do Curuai, pertencente ao município de Santarém. A estudante disse, ainda, que está muito feliz e honrada em poder representar sua unidade e o estado do Pará, em Brasília. “Devido ao fato de morar aqui no ‘interior do interior’ de uma cidade carente, de famílias bem humildes, também, é uma honra muito grande. Estarei levando o nome da minha escola pela primeira vez ao Jovem Senador, e é também um impulsionamento para a minha carreira. Portanto, a experiência está sendo bem legal e divertida, além de ser uma felicidade muito grande para o local onde estudo e para a minha família que sempre apostou muito em mim”. 

A estudante finaliza contando um pouco do que almeja da Semana de Vivência Legislativa. “Espero apresentar minha proposta de lei, participar do debate com alunos de outras escolas, conversar e trocar bastante experiências. Acredito que vai ser bem divertido estar ali com pessoas importantes e torço para que a gente chegue num objetivo e que nossas proposições sejam colocadas em prática”, concluiu Domingas Pereira.

EXPERIÊNCIA

O programa Jovem Senador possibilita que alunos das redes públicas dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal, vivenciem o processo legislativo no Senado Federal, em Brasília. Lá, eles debatem, argumentam e têm a oportunidade de negociar politicamente em busca de consenso para as propostas que apresentam — que podem virar leis se aprovadas pela Comissão de Direitos Humanos (CDH).

Os vencedores do concurso irão para Brasília entre os dias 27 de junho ao dia 1º de julho para participar da Semana de Vivência Legislativa, acompanhados de seus professores orientadores e terão suas despesas todas pagas. Além disso, cada jovem senador irá ganhar um notebook como premiação e outras condecorações.